© Perímetro Ocasional Desinfestações. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook App Icon
  • Google+ App Icon

A sua satisfação é a nossa ambição.

 

    Sobre    

A Perímetro Ocasional Desinfestações, no Controlo de Pragas Urbanas, rege-se pela Norma Europeia EN 16636, resultante do trabalho conjunto do CEN (Comité Europeu de Normalização), CEPA (Confederação Europeia do Serviço de Controlo de Pragas Urbanas) e das suas Associações Nacionais. Esta Norma, que visa a proteção da Saúde Pública, dos bens e do ambiente, define as exigências e competências dos operadores de controlo de pragas, especificando os requisitos para os serviços de gestão de pragas urbanas e processos a serem cumpridos pelos seus profissionais.

 

Gestão Integrada de Pragas

O conceito base para o Controlo das Pragas é denominado, abreviadamente, por G.I.P. (Gestão Integrada de Pragas) ou C.I.P. (Controlo Integrado de Pragas) é um processo que envolve senso comum e outras soluções para o tratamento do Controlo de Pragas.

 

Essas soluções dividem-se em três passos essenciais:

1.  INSPECÇÃO – Um técnico desloca-se ao local e verifica a presença da praga, o que fazer para a controlar e qual o melhor tratamento.

2.  IDENTIFICAÇÃO – É identificada a praga e quais as medidas corretivas a colocar em prática para ajudar a controlar a praga.

3.  TRATAMENTO – Após as 2 etapas acima e de envio da proposta, após adjudicação, um técnico da Perímetro Ocasional Desinfestações, dará inicio ao tratamento acordado, para controlar a praga em causa.

Pretende-se com a deslocação de um técnico às instalações do cliente realizar uma auditoria de diagnóstico visando o levantamento do estado, à data, do controlo de pragas e das eventuais correções a implementar. Com esse relatório das eventuais medidas, o cliente recebe a proposta para os serviços de desinfestação e controlo de pragas.

 

O que é o GIP ou CIP?

Trata-se de um conceito desenvolvido, onde a finalidade é o controlo de pragas minimizando riscos de contaminação, privilegiando e protegendo o ambiente.

Além do conhecimento das pragas existentes, é essencial para a implementação desta técnica, o conhecimento do local, da região onde está localizada a empresa, identificação de pontos críticos entre outros itens. Os nossos técnicos irão prestar total acompanhamento, informando sobre o melhor tratamento para proteger sua residência, família ou negócio.

ROEDORES

 

As três espécies de ratos mais conhecidas são: o rato doméstico (Mus musculus), a ratazana (Rattus norvegicus) e o rato do telhado (Rattus rattus).

BARATAS
 
As espécies mais nocivas e frequentemente encontradas em Portugal são: Barata alemã (Blatella germanica), Barata americana (Periplaneta americana) e Barata oriental (Blatta orientalis).
FORMIGAS

 

São insectos e existem mais de 12 000 espécies. Na Península Ibérica existem cerca de 270 espécies, sendo que em Portugal são conhecidas 126 espécies. Podemos destacar:

 

- Linepithema humile (Argentina);

- Lasius niger (Preta);

- Monomorium pharaonis (Faraó);

- Solenopsis invicta (Fogo);

- Camponotus pennsylvanicus (Carpinteira);

- Hypoponera punctatissima (Formiga de asa).

 
 

    Serviços    

    Trabalho    

Rua do Godinho, 816

4450-147 Matosinhos

 

geral@perimetroocasional.com

Tel: 223 187 291

Fax:223 195 885

    Contato